Enter Note Done

Session


Sponsored by: Gender and Feminist Studies Section, Se, por um lado, a ideia de Améfrica Ladina ressalta que a formação histórica das Américas se deu com a central contribuição dos povos africanos aqui escravizados, por outro, ela denuncia o racismo entranhado nesse processo. O racismo, que também atinge as vidas dos povos originários despojados de seus territórios no processo colonizatório, é igualmente estruturante do capitalismo heteropatriarcal que produz formas variadas de dominação, com base no gênero, raça e classe, entre outras estruturas sociais. Essa dominação se corporifica em mecanismos de violência que marcam a vida cotidiana de diferentes grupos de mulheres em situações desiguais de poder. Consistindo em uma proposta de diagnóstico e mapeamento dos diferentes mecanismos institucionais que reproduzem essa violência, o presente painel apresenta estudos de caso de violências contra as mulheres na Améfrica Ladina contemporânea,em diferentes contextos sociais e institucionais. As análises baseiam-se em epistemologias feministas inspiradas no pensamento de mulheres negras, indígenas e das classes populares. Compreendendo que a resistência é sempre uma parte relevante dessa história, o painel também aponta algumas respostas dos movimentos feministas e de mulheres a esses mecanismos institucionais de violência.
Section
Gender and Feminist Studies
Tracks
Section Sessions